Agosto muito quente e seco

Na continuidade de Julho, o estado do tempo no mês de Agosto foi caracterizado por tempo quente e pela persistência de temperaturas elevadas, muito devido à influência de uma corrente de Leste que transportou na sua circulação uma massa de ar quente e seco.

O mês de Agosto caracterizou-se por valores médios da temperatura do ar, máxima, média e mínima, bastante superiores aos respectivos valores normais 1971-2000 em todo o território do Continente, com anomalias de +3.0ºC, +2.3ºC e +1.5ºC respectivamente.

O valor médio da temperatura máxima do ar para este mês foi 31.8ºC, o que equivale ao 2º valor mais alto desde 1931, apenas ultrapassado pelos 32.2ºC, registados em 2003. O valor da temperatura média do ar foi também bastante elevado, 24.4ºC, é o 3º valor mais alto desde 1931, sendo ultrapassado apenas por 2003 (25.1ºC) e 1949 (24.5ºC). Quanto ao valor médio da temperatura mínima do ar foi o 4º valor mais elevado desde 1931 com 17.0ºC.

O número de dias com temperatura máxima do ar igual ou superior a 30ºC, no Continente, foi de 21 dias  (superior ao valor médio 1971-2000, de 12 dias). O número de dias com temperatura máxima do ar igual ou superior a 35ºC também foi muito elevado, destacando-se algumas das estações meteorológicas do interior do Alentejo com mais de 20 dias, Amareleja (25), Portel (24), Elvas e Reguengos (22), Mértola e Neves Corvo (21). Foram também registados dias de temperatura máxima do ar superior ou igual a 40ºC, designadamente nas estações meteorológicas de Amareleja e Portel (9 dias).

O número de noites tropicais (dias de temperatura mínima do ar superior a 20ºC) observado nas estações meteorológicas também foi bastante elevado, destacando-se Faro com 27 e Castro Marim com 23 dias.

Entre o dia 3 e 11 deste mês ocorreu uma onda de calor registada nalgumas estações meteorológicas.

O mês de Agosto de 2010 foi o mais seco dos últimos 23 anos, com uma anomalia de -12.5mm em relação ao valor da normal 1971-2000, classificando-se como um mês muito seco a seco em quase todo o País.

 

Fonte: Instituto de Meteorologia, I.P.